viernes, 8 de mayo de 2009

Familia FORTUNATO SANDRI e ROSA ZANOTELLI



12. EUROGIA - ROSA ROTA (+) ROSINA, moradora de Anta Gorda, nascida em 01 de abril de 1891 falecendo em 1978, casou em 1911 com Fortunato Sandri (+) nascido em 1880 faleceu em 12/10/1945 viveram na Linha Jacaré Encantado e linha Brava em Muçum, mas grande parte de suas vidas passaram na localidade de Burro Feio, interior de Anta Gorda denominado oficialmente de Linha Pedro Álvares Cabral, onde estão seus restos mortais, em um túmulo construído de pedra bruta, preservado até hoje, eles tiveram 10 filhos:
12.1. ODILA nascida em 1912, casada com Antonio Bertelli, trabalharam como agricultores e criaram suas famílias em Joaçaba hoje Herval do Oeste, filhos foram para Palmitos, sendo que a família se estabeleceu em Capoerada interior de  Herval Oeste, onde tiveram 13 filhos;

Faça clic em "Más información" para ver completo






12.1.1. Italvina (Itelvina) Casou com Ari Blanger (+ 2009) residiram em Palmitos, SC, em entrevista em 2011 informou que conheceu seu esposo num baile na Linha Rancho Queimado em Herval do Oeste, e os pais não concordavam com o namoro.
                Seu Ari perguntou se Itelvina queria namorar sério com ele e a resposta foi positiva, e então ele disse que gostava tanto dela que enfrentaria o sogro disposto a tudo e até mesmo duelar se isto fosse necessário. Para isto “contou Itelvina” comprou um revólver para caso fosse rejeitado e expulso do local poder estar em igualdade de condições.
                Felizmente seu pai acabou concordando com o namoro, e o duelo não teve necessidade de acontecer, mas o namoro tinha que ser em casa e nada de beijos e abraços apenas pegar na mão e conversar. Itelvina falou que sempre estavam acompanhados de alguém da família ou senão sua mãe em outro ambiente da casa controlava pelo buraco da fechadura.
                O resultado do amor foi o casamento, permanecendo na região por 3 anos e em 1937 como a terra não era boa, partiram para Palmitos onde criaram uma maravilhosa família de 10 filhos;
12.1.1.1. Rosa (Rosinha+) falecida em 2001 casou com Nestor Nagel atua na produção e comercialização de sorvetes em Palmitos, SC, 3 filhos.
 Rosa.
12.1.1.1.1. Alexandra casou com Leonir Sangali 2 filhos;
12.1.1.1.1. 1. Ana Luiza e 12.1.1.1.2. Augusto (gêmeos)
12.1.1.1.2. Kátia
12.1.1.1.3. Gabriel casou com Karla Groselli 1 filho;
12.1.1.1.3.1. Manoela.
12.1.1.2. Ana Odila, enfermeira aposentada moradora de Curitiba, onde trabalhou 1 filho.
12.1.1.2.1. Carlos Eduardo.
12.1.1.3. Clarines faleceu com 4 meses.
12.1.1.4. Justina casou com Jacir Fiorese moradora de Xavantina, SC onde atua como bibliotecária da Prefeitura 2 filhos;
Os manos Gladis, Pedro, Justina com a mãe Italvina em 2011 em visita do autor.
12.1.1.4.1. Jaqueline casou com Cristiano Del Santo, moradores de Cordilheira Alta, SC, 1 filho.
12.1.1.4.1.1. Heloisa.
12.1.1.4.2. Michele casou com Ricardo Cosmann moradores de Curitiba.
12.1.1.5. Terezinha (Tere) casou com Daniel de Souza moradora de Curitiba, protética auxiliar odontológica, 1 filho;
12.1.1.5.1. Danieli.
12.1.1.6. Luiz caminhoneiro morador de Jataí-GO, 2 filhos;
12.1.1.6.1. Cinandra Fraporte
12.1.1.6.2. Luis Henrique.
12.1.1.7. Pedro casou com Leonice Fruet, Pedreiro, morador de Palmitos 2 filhos;
12.1.1.7.1. Luan e 12.1.1.7.2. Leonardo.
12.1.1.8. Mariocir (Mario) caminhoneiro, casou com Enilze Sana (Bisneta de Helena Gugel- Mana de meu avô Elidio Gugel- neta de Clarinda Gugel Fleck e Miguel Sana) moradores de Palmitos tiveram 2 filhos;
12.1.1.8.1. Mateus e 12.1.1.8.2. Matias.
12.1.1.9. Valdirene Moradora de Curitiba 2 filhos;
12.1.1.9.1. Paul e 12.1.1.9.2. Jenifer.
12.1.1.10. Gladis bióloga, casou com Odimar Canello agricultor, moradores de Chapecó, tiveram 2 filhos.
12.1.1.10.1. Bruno e 12.1.1.10.2. Arthur.

12.1.2. Maria casou com Colombo Cavano moradores de Rancho Queimado, interior de Herval do Oeste, mudando-se em abril de 1969 para Cascavel PR em busca de melhores terras, tiveram 7 filhos.
12.1.2.1. Antonia moradora do Acre, em Rio Branco, professora casou com Aristeu Magalhães, agricultor tiveram 5 filhos:
12.1.2.1.1. Andreia casou com Ozeas Fonseca Santos, 3 filhos:
12.1.2.1.1.1. Alessandra, 12.1.2.1.1.2.  Weslen e 12.1.2.1.1.3. Ketholen.
12.1.2.1.2. Anderson, morador do Acre, Rio Branco.
12.1.2.1.3. Alexsandro (Alex)
12.1.2.1.4. Arnaldo e 12.1.2.1.5. Alisson
12.1.2.2. Avir casou com Selma Keli, morador de Cascavel e após casou com Tereza Zanetti 2 filhos:
12.1.2.2.1. Ivete casou com (Polaco) moradores de Mato Grosso do Sul e tiveram 2 filhos.
12.1.2.2.2. Iverson 2 filhos.
12.1.2.3. Genovir (Geno) morador de Cascavel trabalha com colocação de pisos industriais em visita 2011 foi muito cortes, casou com Ivanete Finatto 2 filhos:
12.1.2.3.1. Lucas, vendedor casou com Elisangela Milena.
12.1.2.3.2. Hilana trabalha no RH de empresa de software de farmácias em Cascavel.
12.1.2.4. Clavir, agricultor casou com Ivanilde Aliatti 3 filhos:
12.1.2.4.1. Marcelo casou com Kátia 1 filho:
12.1.2.4.1.1. Mariana
12.1.2.4.2. Micheli casou com Boris 1 filho:
12.1.2.4.2.1. Gabriel.
12.1.2.4.3. Maicon
12.1.2.5. Terezinha (Tere) moradora de Cascavel 3 filhos:
12.1.2.5.1. Cesar trabalha em farmácia, 1 filho:
12.1.2.5.1.1. Vitor.
12.1.2.5.2. Simone. 12.1.2.5.3. Bruna.
12.1.2.6. José, agricultor morador de Cascavel, casou com Cleusa Ataídes 3 filhos;
12.1.2.6.1. Yasmin, 12.1.2.6.2. Karine, 12.1.2.6.3. Natieli
12.1.2.7. Salete moradora de Cascavel, PR, casou com Sergio Schmoller 2 filhos:
12.1.2.7.1. Diego, 12.1.2.7.2. Taisa.
12.1.3. Ageni (Geni) casou com Alcides Bolsoni Agricultores, morador de Joaçaba tiveram 6 filhos e moram junto com Leodir.
12.1.3.1. Cleci moradora de Lajes casou Antonio Andrade 1 filho.
12.1.3.1.1. Cristiane com Rafael, 1 filho; Alicia.
12.1.3.2. Leodir indrustiário, casou com Ivone Zarpelon moradores de Joaçaba,1 filho;
12.1.3.2.1. Leo.
12.1.3.3. Adair morador de Joaçaba, casou com Lucimara Leck, 1 filho;
12.1.3.3.1. Bianca.
12.1.3.4. Cleide moradora de Lajes casou com Joares.
12.1.3.5. Ademir casou  com Angela Alves moradores de Herval do Oeste, 2 filhos;
12.1.3.5.1. Jéssica, e 12.1.3.5.2. Bruna.
12.1.3.6. Nelci casou com Luciano Souza, 1 filho.
12.1.3.6.1. Luciano Vinícius..
12.1.4. Rosalina casou com Artur Melera morador da linha Sarandi interior de Herval do Oeste trabalham na agricultura tiveram 4 filhos;
12.1.4.1. Vilmar, 12.1.4.2. Marlene(+), e 12.1.4.3. Dirlei, 12.1.4.4. Vilso,
12.1.5. Alice casou com Zeferino Zarpelon moradora de Capela de Santana trabalham na agricultura e açudes com criação de peixes, além de possuir uma linda área de recreação para camping com quadra de futebol e praçinha, tiveram 4 filhos;
12.1.5.1. Francisco casou com Gelsi Rena, moradores de São Leopoldo 2 filhos;
12.1.5.1.1. Jaqueline e 12.1.5.1.2. Andrei.
12.1.5.2. Rovilio casou com Dilse morador de São Leopoldo 1 filho.
12.1.5.2.1. Eduardo.
12.1.5.3. Bernardete casou com Ademar da Silva, (Ademar dos peixes) industriário moradores de Capela de Santana 1 filho.
12.1.5.3.1. André
12.1.5.4. Arlete (+) faleceu com 2 meses.
12.1.6. Metilde casou com Ângelo Zarpelon (mano de Zeferino) residente de no Interior de Ampere na Linha Água Doce no PR- tiveram 5 filhos;
12.1.6.1. Delmira casou com Jorge moradores de Ampere 2 filhos;
12.1.6.1.1. Fernando e 12.1.6.1.2. Caroline.
12.1.6.2. Dirce casou com Joarez Picolli 2 filhos;
12.1.6.2.1. Maiara e 12.1.6.2.2. Jorgene
12.1.6.3. Janete casou com Nelson 2 filhos;
12.1.6.3.1. Daniela e 12.1.6.3.2. Diego
12.1.6.4. Claudete (+) faleceu solteira.
12.1.6.5. Roberto (+) faleceu aos 7 meses.
12.1.7. Venilde  casou com Jacir Melera (mano do Artur) moradores de Herval do Oeste na linha Sarandi, tiveram 4 filhos.
12.1.7.1. Delmira, 12.1.7.2. Dirceu
12.1.7.3. Darci, e 12.1.7.4. Valdair.
12.1.8. Lidia casou com João Sandri moradores de Monte Carlo próximo a Videira 2 filhos;
12.1.9. Desidério casou com Neide Dalagnol (+) moradores de Joinvile 4 filhos;
121.8.1. Clever, 12.1.8.2. Kely
12.1.8.3. Luciano e 12.1.8.4. Renata
12.1.10. Selvina moradora de Herval do Oeste 1 filho;
12.1.9.1. Jaqueline.
12.1.11. Alzira (Elzira) casou com Paulo Borges morador de Herval do Oeste 2 filhos;
12.1.11.1. André e 12.1.11.2. Paulo Felipe.
12.1.12. José Antonio (Antoninho) casou com Lurdes Nora moradores de Sarandi interior de Erval do Oeste- SC- 2 filhos;
12.1.12.1.  12.1.12.2. Renato.
12.1.13. Pedro casou com Aida tiveram 4 filhos;
12.2. ISA CATARINA casou com Vitório Zanatta e residiram na Linha 60 Dois Lajeados junto à casa do sogro, no pequeno porão, mudando após o nascimento do 6º filho para em São Miguel do Oeste, na Linha Pinheirinhos na beira do rio Veado, também em precárias condições de moradia em local isolado nos fundos de um grande cânion dificultando muito, principalmente durante o período de chuvas, que não podiam sair para trocar milho por farinha, trabalhando como agregados rurais.
Quando o casal partiu as duas primeiras filhas de Isa permaneceram com colonos vizinhos na Linha 60 que as criaram como filhas, e felizmente Gema e Délia formaram famílias de sucesso, lutando muito e se tornando grandes vencedoras.
O casal especialmente Isa tinham uma vida muito pobre e embora desejasse visitar as filhas no sul não tinham a mínima condição financeira.
Segundo relatou a sua filha Delme, a mãe Isa sempre esteve preocupada com as filhas que haviam ficado no sul em especial a Adélia e por não saber escrever pedia para Delme escrever cartas visando obter notícias demonstrando com este gesto seu amor por todos os filhos. Além disto, Neiva me relatou e fez questão de ser testemunha viva que sua mãe foi uma brava lutadora, defendendo seus filhos.
Buscando melhorar um pouco com os filhos crescidos mudaram-se após para trabalhar em uma olaria junto ao trevo de entrada de São Miguel do Oeste, com a numerosa família trabalhando juntos, persistindo com muita luta e pulso firme de Isa quando os filhos maiores começaram a ajudar em casa, conseguiram comprar uma pequena chácara e ali fizeram uma casinha, onde mais tarde grande parte dos filhos puderam se estabelecer e até hoje muitos ainda residem no local chamado Bairro Santa Rita município de São Miguel do Oeste, junto ao trevo principal na saída para o sul.
Isa teve 14 filhos.
12.2.1. Gema nasceu em Encantado no dia 12/06/1935, e faleceu dia 25/05/2003, com sessenta e sete anos de morte súbita, filha de Iza Catarina Sandri, casou em dois Lajeados com Azir Pellin, padrinho de Ismari 12.2.2.5, (irmão de Casemiro Pellin que casou com a mana Ilda) e ali viveram por muitos anos depois foram residir em Caxambu do Sul, SC. Ali viveram a maior parte de suas vidas, e finalmente se mudaram para Chapecó.
O esposo Azir nasceu em linha Emilia, Dois Lajeados dia 27/02/1935, faleceu dia 23/08/1995, com cinqüenta e seis anos de idade, por problemas pulmonares. Filho de Victor Pellin e Ema Ângela Madalosso, juntos tiveram 8 filhos;
12.2.1.1. Inês casou com Alcides Gnoatto, residentes no Paraná no município de Honório Serpa, 2 filhos.
12.2.1.1.1. Éderson (o mais velho), e 12.2.1.1.2. Cleberson (que deu a eles dois netos).
12.2.1.2. Zenilde casou com Antonio Ademar Dahmer, moradora de Comburiu tem um casal de filhos. Zenilde ficou viúva, criou seus filhos e hoje vive com Carlos de Godói.
12.2.1.2.1. Evandro casou com Marlise 1 filho; Maiara.
12.2.1.2.2.  Eliete (Lela) casou com Claudemir tiveram 2 filhos; Larissa e Layane.
12.2.1.3. Osmar casou com Naildes Sgnaullin, residem em Chapecó SC, onde tiveram duas filhas;
12.2.1.3.1. Rosiane
12.2.1.3.2. Cristiane. casou com Thiago.
12.2.1.4. Eurides, casado com Locir Pinheiro, tem dois filhos. Residem em Balneário Camboriu, SC.
12.2.1.4.1. Cristian  casou com Naiara, tiveram uma filha;
12.2.1.4.2. Douglas.
12.2.1.5. Irene casou com Luis Mariano da Rosa(+), reside em Balneário Camboriú, SC. desta união tiveram três filhos.
12.2.1.5.1.  Fernando 1 filho; Andressa.
 12.2.1.5.2. Fabiano
12.2.1.5.3. Fabrício (gêmeos), 1 filho;Thabata.
12.2.1.6. Soeli (Soila), casou com Lenoir Barrili, moradores de Chapecó desta união tiveram duas filhas.
12.2.1.6.1. Claudiane  casou com Alisson Camargo 2 filhos; Julio César e Jean Karlos.
12.2.1.6.2. Adriely, casou com Ezequiel Bondan.
12.2.1.7. Claudimir pedreiro casou com Cleide Nogueira, moradores de Camburiu, 2 filhos.
12.2.1.7.1. Jackson e 12.2.1.7.2. Alex.
12.2.1.8. Carlinhos policial militar em Chapecó, casou com Fabiane, teve 4 filhos e atualmente os filhos vivem com a mãe, e todos residem em Chapecó, SC.
12.2.1.8.1. Letícia, 12.2.1.8.2. Carlos Eduardo,
12.2.1.8.3. Amanda e 12.2.1.8.4. Renan (gêmeos),

12.2.2. Adélia permaneceu na Linha 60 em companhia de um casal de agricultores, Guido Bedin e esposa (Quando sua mãe partiu para o interior de São Miguel do Oeste) que ofereceram melhores condições  de vida  criando Delia como filha, mas com muita rigidez. Casou com Izolino Finatto (+) atualmente moradores do Bairro São Roque em Bento Gonçalves, RS, teve uma família maravilhosa de 9 filhos;
12.2.2.1. Elaine casou com Olmes de Marco 2 filhos;
12.2.2.1.1. Evelise e 12.2.2.1.1. Taís 1 filho: Nataly
12.2.2.2. Cleci Terezinha faleceu com 15 dias
12.2.2.3. Serli casou com Silvio Longhi 2 filhos:
12.2.2.3.1. Darlei e 12.2.2.3.2. Diego.
12.2.2.4. Ivânio casou com Maria 2 filhos:
12.2.2.4.1. Felipe e 12.2.2.4.2. Bruna.
12.2.2.5. Ismari moradora de Canoas casou com Ademir Marcolin atuam como comerciantes de materiais de Construção, empresa Mademarco com foco principal em madeiras, 2 filhos;

Greice, Ademir, Adelia, Izolino, Ismari e Gabrielle e ao lado Adélia em 2011.
12.2.2.5.1. Greice Kelen e 12.2.2.5.2. Gabrielli.
12.2.2.6. Ivanir casou com Zanetti Tissiani 2 filhos: 6
12.2.2.6.1. Eduardo e 12.2.2.6.2. Paola.
12.2.2.7. Idamir (Tico) possui a chapeação e Pintura Finatto no Bairro São Roque em Bento Gonçalves casou com Neri Moro 2 filhos:

Idamir e o autor em 2011 ao lado da Chapeação de Finatto.
12.2.2.7.1. Rafael e 12.2.2.7.2. Jaqueiline.
12.2.2.8. Sirlei (tita) casou com Oraci Bacco 2 filhos:
12.2.2.8.1. Gustavo e 12.2.2.8.2. Julia.
12.2.2.9. Fabiane casou com Romano Silveira 2 filhos:
12.2.2.9.1. Andrieli e 12.2.2.9.2. Isabeli.
12.2.3. Ilda (+28.09.1939 a 2008) casou com Casemiro Pellin moradores de Linha Emília Dois Lajeados, tiveram 2 filhos;
Casamento de Jucimara com Ilda, o noivo Rivelino, Jeaine, Jucimara, Jean, Casemiro, Jussara e Alaerte.
12.2.3.1. Jussara casou com Alaerte Chinet moradores de São Valentin tiveram 2 filhos;
12.2.3.1.1. Jeaine 12.2.3.1.2. Jean
12.2.3.2. Jucimara casou com Rivelino Baggio, moradores de Linha Emília Dois Lajeados tiveram 2 filhos.
12.2.3.2.1. Junior 26.07.2006 12.2.3.2.2.Gabriela 02.l0.2008
12.2.4. Avelino (quadro+) casou com Nerli da Luz, residiram em São Miguel do Oeste, próximo ao trevo na saída para o sul 3 filhos;
12.2.4.1. Marilene casada com Claudio José Sommer 1 filho;
12.2.4.1.1. João Vitor.
12.2.4.2. Maristela casada com Joarez Goularte 3 filhos
12.2.4.2.1. Emerson 12.2.4.2.2.Matheus e 12.2.4.2.3. Pablo,
12.2.4.3. Marizete casada com 'Nini' Mazieiro 1 filha 12.2.4.3.1.kaila ,
12.2.5. Italvino (pingo+) Itelvino casado com Marlene Thomas, 4 filhos.
12.2.5.1. Salete casou com Joares 1 filho, 12.2.5.1.1. Tiago
12.2.5.2. Solange casou com Ademir (formiga) 3 filhos;
12.2.5.2.1. Deise, 12.2.5.2.2. (Formiguinha) 12.2.5.2.3.  Jonas
12.2.5.3. Simone 2 filhos reside em Foz do Iguaçu
12.2.5.4. Solaine 3 filhos Foz do Iguaçu. 
12.2.6. Genoino (Toureiro) casado com Tereza Bazejo, 4 filhos,

Genoino com o mano Antonio e Terezinha e a cunhada viúva Nerli em 2011.
12.2.6.1. Vanderlei (+) casou com Santa Morás 1 filho. 12.2.6.1.1. Luiz Carlos.
12.2.6.2. Valdecir (+) casou com Lucia Weber1 filho; 12.2.6.2.1. Greice.
12.2.6.3.  Joarez casou com Luciane 1 filho 12.2.6.3.1. Murilo.
12.2.6.4. Adriana, (Dariana) casou com Joares Genowick 1 filho, 12.2.6.4.1. Bruna.
12.2.7. Delcir (+ 2006) casou com Getúlio Teixeira. Moradores de Porto Alegre tiveram 2 filhos;
12.2.7.1. Cássio Cesar reside em Foz do Iguaçu trabalhador de Itaipu.
12.2.7.2. Luiz Antonio nascidos na Linha 60 município de Dois Lajeados.
12.2.8. Antonio (Antoninho) morador de São Miguel do Oeste, Bairro Santa Rita, casou com Terezinha Rodrigues dos santos, 4 filhos.
Antonio, (Antoninho) Pedro Henrique, Marilene, Ivone, Daniela, Adilson e Terezinha.
12.2.8.1. Marilene casou com Milton da Paz 4 filhos,
12.2.8.1.1. Ederson casou com Marivone (Mari)
12.2.8.1.2. Everson,12,2,8.1.3. Cleverson, e 12.2.8.1.4. Anderson.
12.2.8.2. Adilson casado com Sandra Lanza 2 filhos.
12.2.8.2.1.  Felliphe e 12.2.8.2.2. Pedro Henrique,
12.2.8.3. Cássio casado com Márcia Pereira, morador de Cuiabá.
12.2.8.4. Daniela mora em Cuibá.
12.2.9. Neiva Vilma casou com José Pereira Machado (+) moradora de Pinhais no PR,
3 filhos.
 12.2.9.1. Alessandro José Machado (Sandro) casado com Daniela Garcia,residentes em Joinville, SC, atua como tenente da Brigada Milita, piloto de Helicóptero, 2 filhos:
12.2.9.1.1. Filipe Alessandro Machado
12.2.9.1.2. Brenda Louise Machado.
12.2.9.2. Suedana Sandri Machado engenheira civil, residente em Pinhais, PR.
12.2.9.3. Rafael Fernando Machado casado com Jaqueline Kruger da Silva atua como Bombeiro, residentes em Pinhais, PR, 1 filho:
(12.2.9.3.1). Enzo Kruger Machado
12.2.10. Delse (Delme) casou com Antonio Carlos Delazari (Tonhão) morador de Foz do Iguaçu, trabalhou e aposentou-se como segurança de Itaipu, 2 filhos.

Thuany, Tonhão, Delme e Marcos.
12.2.10.1. Marcos trabalhador em engenharia de computação exercendo na usina de Itaipu, onde residem, morador da Vila A, casou com Erica advogada exercendo a função na justiça do trabalho, sem filhos.
12.2.10.2. Thuany estudante
12.2.11.  Luiz (lói), Morador de São Miguel do Oeste aposentado como trabalhador do Frigorífico, casou Nilva Predessini 2 filhos.
12.2.11.1. Tatiane
12.2.11.2. Leandro sofreu acidente de carro, com traumatismo estava na UTI em Curitiba 11.01.2011 apresentando boas melhoras dia 21, deu alta com grande melhora em março de 2011.
12.2.12. Ivanir Morador de São Miguel do Oeste aposentado como trabalhador do Frigorífico, casou com Alice Schmidt, 2 Filhos.
12.2.12.1. Fernando (Nando).
12.2.12.2. Cristiano (Cris)
12.2.13. Walmir reside em São Miguel do Oeste onde trabalha na Garagem da Prefeitura, casou com Clarice Dalmagro 1 filho.
12.2.13.1. Francieli.
12.2.14. Carmem (+) Faleceu ao nascer   

12.3. MARIA (+) foi casou com Hector Araldi, vindo a falecer no parto do seu primeiro filho juntamente com a criança.

12.4. ROMANO - Mano (+) faleceu solteiro aos 56 anos, em Burro feio.

12.5. ADOLFO (+) casou com Inês Pasetti repousa em Linha cordilheira Anta Gorda-RS, residiu na localidade de Burro Feio, interior de Anta Gorda denominado oficialmente de Linha Pedro Álvares Cabral, próximo a humilde morada onde residia Rosina e quando ficou viúvo morou um tempo junto com o filho Helio em uma Precária casinha em Anta Gorda na Linha Cordilheira, tiveram 3 filhos;

Adolfo em frente à humilde morada e foto do mesmo local em 2011.
12.5.1. Maria nasceu em 1948 casou com Luiz Spadim reside em gramadinho, município de Ilópolis, tiveram 03 filhos:
12.5.1.1. Adriano casou com Elisabete dos Santos Siqueira residem em Putinga 1 filho;
12.5.1.1.1. Patric e também a enteada Patrícia.
12.5.1.2. Diana casou com Adelar Sindlei dos Santos residem em Putinga 4 filhos;
12.5.1.2.1. Fernanda, 12.5.1.2.2. Karine 12.5.1.2.3. Kauã 12.5.1.2.4. Luiz Felipe.
12.5.1.3. Roberta solteira reside em Lajeado, trabalha no setor de radioterapia do Hospital Bruno Born.
12.5.2. Rosa (Rosinha) 10/09/1953, reside em Ilópolis, em bairro lado oposto do trevo de entrada da cidade ala sul, casou com Julio de Lima (Baiano) aposentada e seu companheiro trabalha na colheita da Erva Mate. Rosa com dificuldades de aprendizado foi analfabeta e com memória muito pouco exercitada não tem presente muitos dados da família, mas informa que junto com seu pai ia visitar a avó Rosina, e que sua mãe Inês a chamava de Brespa-abelha brava- por não gostar dela.
            Rosa junto com seu companheiro Baiano participou de um curso de alfabetização para adultos e está conseguindo algum progresso como assinatura do nome, teve 4 filhos;
12.5.2.1. Ieda solteira sem filhos vive em Anta Gorda, linha cordilheira.
12.5.2.2. Alexandre casou com Zanete reside em Putinga sem filhos.
12.5.2.3. Jovane casou com Francieli e residem em Putinga.
12.5.2.4. Jaqueline solteira e não tem filhos.

12.5.3. Helio reside no interior de Anta Gorda na Localidade de cordilheira tem limitações e não aprendeu a ler escrever, sendo trabalhador agrícola como agregado.

12.6. DEMETRIO (+) nascido em 18/01/1923 falecido em 10/12/2006 casou com Libra de Miquei (seu mano De Miquei mora antes do arroio Jacaré na Linha São Roque- Encantado) em 06/09/1948, residiram em Palmitos-SC - tiveram 7 filhos:
12.6.1. Neuri (+) faleceu aos 2 anos (foto sepultamento) em 1952.
12.6.2. Neudi casou com Nilva de Maria Henn, policial militar aposentado reside em São Miguel do Oeste-SC, 2 filhos, reside próximo aos filhos de sua tia Elisa e Vitório Zanatta.
Loja exclusive da família no centro em São Miguel do Oeste com Lilian e namorado.
12.6.2.1. Lilian, loja centro.
12.6.2.2. Carla, veterinária.
12.6.3. Nilvo casou com Glaci atua com Gerente de Empresa de Ônibus da empresa Hélios em Palmeira das Missões, tiveram 3 filhos;
12.6.3.1. Aline casou com João Paulo 2 filhos;
12.6.3.1.1. Gustavo 12.6.3.1.2..........
12.6.3.2. Luciane 12.6.3.3. João Henrique.
12.6.4. Adão casou com Salete, atua na área de segurança em Palmitos Sc.
12.6.5. Alceu, 2 filhos, radicado em São Miguel do Oeste, SC.
12.6.5.1. Renan casou com Daimar e filho;
12.6.5.2. Natan
12.6.6. Sirlei trabalha na Prefeitura, afilhada de sua tia Italvina, casou com Alfredo Muller, Policial, reside em Tigrinhos próximos a Maravilha, SC, teve 2 filhos;
12.6.6.1. Fernando 12.6.6.2. Lucas
12.6.7. Miguel Jorge Sandri casou com Ana Mânica tiveram dois filhos. (policial militar em Palmitos SC- grande colaborador) reside em Palmitos onde trabalha na maravilhosa ilha Redonda, tiveram 2 filhos;
12.6.6.1. Luiz Henrique 12.6.6.2. Luana


12.7. AUGUSTA (+1994) casou com Agostinho Pedro Pitol (Augusto- 1912 a 1998) e embora Augusta não alfabetizada foi também uma grande lutadora defensora de sua família e tiveram 8 filhos:
 Augusta e Augusto e ao lado Augusta no casamento de Eliane com a sobrinha Mari Lusi em frente de aia e o esposo Augusto.
12.7.1. Onir, solteiro morador de Linha São Marcos interior de Encantado.
12.7.2. Eliane (nãni) casou com Luiz Carlos Freitas (Carlinhos) moradora de Linha Santa Lúcia, no moro da Gabiroba, próximo ao município de Doutor Ricardo tiveram 5 filhos, com muita dificuldade de aprendizado e principalmente financeiras não teve muita possibilidade de manter os filhos com boa assistência sendo que alguns deles foram adotados por famílias de Encantado, Ana Maria (16 anos) e Roberto Carlos (13 anos) residem em Encantado.
12.7.2.1. Luiz Carlos, 12.7.2.2. Roberto Carlos, 12.7.2.3. João Carlos
12.7.2.4. Ana Maria e 12.7.2.5. Erasmo Carlos.
12.7.3. Hélio, solteiro mora com o mano Onir na casa Paterna em São Marcos interior de Encantado, trabalhador da Cooperativa dos Suinocultores de Encantado.
 Hélio e Onir em 2010.
12.7.4. Ieda (Trabalhou em Encantado na Família Preto) casou com Claudemir Lape moradora do Bairro Pinheirinhos, Encantado 7 filhos;
12.7.4.1. Mari Lusi enfermeira concursada da Prefeitura Municipal de Anta Gorda onde reside.
Formatura de enfermagem de Mari Lusi.
12.7.4.2. Claudionei 12.7.4.3. Volnei 12.7.4.4. Rafael
12.7.4.5. Tiago 12.7.4.6. Daiane 12.7.4.7. Claudemir, 9 anos, foi comigo até a casa de uma vizinha que sua mãe estava passeando no dia da pesquisa.

12.7.5. Domingos (Mingot) casou com Josefina Canton (Josi) residente de Anta Gorda 1 filho.
12.7.5.1. Dener nascido de 04.07.1998.
12.7.6. Gilmar casou Rosane Reside em Ronda Alta e tem 2 filhos;
1.7.6.1. Janaína e 12.7.6.2. Eduarda (Duda).
12.7.7. Rosane (Rose) casou Jorge Rusin. Tem uma filha moradora do Bairro São José, Encantado, ambos trabalham na COSUEL.
12.7.6.1. Aline
12.7.8. Marivone (+) faleceu em 03/05/2010 de AVC com apenas 38 anos. Foi casada e teve uma filha.
12.7.8.1. Karine.

12.8. LUIZ SANDRI, nascido em 12/12/1927, - Residente em Erechim,
Casou com Adiles nascida em 26/02/1936.
Os caminhos de Luiz Rota Sandri-
Luiz nasceu em Encantado na linha Jacaré, no Alto do moro da Olaria Conzatti bem em fronte, onde morou com seus pais até 1935, após mudaram para Muçum na Linha Brava por mais 4 anos. Devido às dificuldades financeiras da família saiu para trabalhar, com 13 ou 14 anos, e todo mês entregava o dinheiro para os pais até completar 21 anos;
            Luiz em 1948 levantava de madrugada para recolher leite como empregado e foi juntando um dinheirinho para comprar uma roupa bonita para impressionar e conquistar as meninas, e por volta de 1952 conseguiu comprar de seu tio Emilio Rota um terno Maron com um, sobretudo da mesma cor cuidado como se fosse uma jóia rara.
            Em 1955 recebeu um convite de um amigo e Parente, Sangali para tentar a vida em Erechim, e com espírito aventureiro juntou os poucos pertences em uma mala e partiram. Logo que chegou a Erechim arrumou trabalho, e “deu um duro danado”, dormindo apenas 4 horas por noite e a saga da família se repete.
            Aos domingos Luiz ia ao Matinê ou no Cinema em seu impecável terno Maron e foi ai que chamou atenção de Adiles, que protegida por duas sobrinhas de guarda costas passou a namorar e se apaixonou pelo galã.
A família de Adiles com uma boa condição financeira, de muitas posses não aceitava que namorassem, pois ele era um “pelado”, sem dinheiro. Adiles apaixonada insistiu muito e após um ano de namoro de olhares atrevidos e segundos ou no máximo minutos de encontros conseguiu convencer sua família a aceitar que Luiz freqüentasse sua casa, mas apenas aos sábados das 8 às 9 horas.
Adiles ainda reclamou que como sua família não permitia a ela ir aos bailes, Luiz saiu do namoro, passou em sua pousada, e foi vestido a caráter a um baile caipira onde dançou com sua melhor amiga, mas felizmente disse ela não passou disto.
O amor falou mais alto e como a mulher é quem decide (acreditem a mulher decide quem será seu parceiro) e nós homens apenas aceitamos ou não, mas como em certas horas não somos comandados pela cabeça certa, a decisão planejada passa inteiramente pela atitude das mulheres. Felizmente é assim, pois, do contrário não sei o que seria da família atual, pois neste caso o resultado foi o casamento em lar de sucesso e Adiles trabalhando 18 horas por dia contratando 9 bordadeiras e 8 crocheteiras, ajudando nas despesas compra de casa própria e criando e estudando 2 filhos maravilhosos.

12.8.1. Humberto Luiz nascido em 18/06/1959 casou com Estela, (tem dados para fazer cidadania) moradores de Erechim, tiveram 3 filhos.
12.8.1.1. Humberto Junior 12.8.1.2. Natalia 12.8.1.3. Martina
12.8.2. Paulo nascido em 22/09/1962 casou com Sandra residem em Uberlândia- MG 3 filhos;
12.8.2.1. Guilherme 12.8.2.2. Luiz Otavio 12.8.3.3. Carolina
12.9. CAROLINA REGINA nascida em 08/04/1929 reside em Palmitos SC casou com Lindo Sangali tiveram 7 filhos;

Alguns caminhos percorridos por Carolina.        
Carolina muito jovem foi morar em Encantado no bairro Jacarezinho trabalhando em casa da família Giacomoli por anos, onde conheceu Arlindo Sangali, mas seus patrões zelavam muito por ela, pois a queriam como filha.
            A possibilidade de namoro era aos sábados após o terço, em que Carolina era assídua e Arlindo ia acompanhá-la por cerca de 1 km podendo apenas pegar na mão, sendo obrigados a andar um em cada trilho da estrada, pois eram vigiados constantemente, e “afirmou categoricamente Carolina”, beijo nem pensar.
Em 1949 a solução foi casar e foram morar na Linha Parobé interior de Roca Sales no topo de uma montanha nas terras de Riciere Sartori onde tinha muita pedra e recostas, mas com muito trabalho resistiram por quase oito anos até 1957, fazendo o possível para não deixar faltar comida para seus 3 filhos que ali tiveram.
            Minha avó Álide Rota Gugel na época morava em Arroio Augusta (Marechal Floriano) no pé do morro distante cerca de 4 km, e como eram primeiros primos com Carolina e também amigos foi convidada para ser madrinha de batizado de sua segunda filha Iraci sendo que em 2007 no encontro da família Rota, Iraci veio a Roca Sales e pode rever sua madrinha após quase 50 anos sem se encontrar, foi uma alegria e emoção muito grande, e um sonho de minha avó Alide realizado.
             No ano de 1958 Carolina e o esposo Arlindo Sangali e toda família movidos pela esperança de encontrar terras mais planas e em abundância, buscando um porvir melhor, em conversa com parentes e vizinhos partiram rumo a Palmitos, SC e a saga da família Rota insiste em se repetir, e ali iniciaram do marco zero novamente desbravando a terra virgem, com todas as dificuldades se estabeleceram, trabalharam muito e criaram uma maravilhosa família.
            Poucos anos depois seu irmão Antonio (Toni) foi morar com ela, sempre ajudando na lavoura, está até hoje, conseguindo sua aposentadoria rural, morando juntos no interior de Palmitos tem uma boa qualidade de vida, sendo muito querido de seus sobrinhos e até por netos de Carolina, em especial da Bruna que tem um carinho muito grande.
A primeira filha Terezinha nasceu na Linha Parobé, no topo de uma montanha no interior de Roca Sales assim como Iraci (afilhada de Álide) e Cleide, e em 1958 Moacir e os demais filhos nasceram em Palmitos onde Carolina mora até hoje.
12.9.1. Terezinha casou com Alduir Bonometti residem em Palmitos, SC, tiveram 4 filhos;
12.9.1.1. Cleivane casou com Edemar Danielli. 2 filhos;
12.9.1.1.1. Arthur e 12.9.1.1.2. André Luiz.
12.9.1.2. Silvane (gêmeas) casou com Gilnei Caumo 2 filhos;
12.9.1.2.1. João Vitor e 12.9.1.2.2. Felipe
12.9.1.3. Cristiane 12.9.1.4. Tatiane
12.9.2. Iraci, professora aposentada é afilhada de minha avó Alide Rota Gugel casou com Vitor Frübel tiveram 3 filhos residem no interior de Palmitos SC.
12.9.2.1. Catia casou com Ivandro Manica 2 filhos.
12.9.2.1.1. Gabriel, 12.9.2.1.2. Julia
12.9.2.2. Maicon
12.9.2.3. Keli
12.9.3. Cleide casou com Paulo Capoani avicultores residem em Palmitos na Linha São Brás e tiveram 3 filhos;
12.9.3.1. Aureane casou com Paulinho Gianesini 1 filho;
12.9.3.1.1. Natan
12.9.3.2. Adriano casou com Camile 2 filhos
12.9.3.2.1. Amanda 12.9.3.2.2. Caroline
12.9.3.3. Ezequiel.
12.9.4. Moacir (+) casou com Solene Zapata 3 filhos;
12.9.4.1. Franciele casou com Evandro Casaril 1 filho.
12.9.4.1. 1. Emanuelli.
12.9.4.2. Fabiane 12.9.4.3. Mauricio.

12.9.5. Aldacir Sangali casou com Marilei residem em Linha São Brás, Palmitos, SC avicultores, moram ao lado de sua Mãe Carolina e do tio Antonio, tiveram 02 filhos:
12.9.5.1. Aline 12.9.5.2. Manuele
12.9.6. Solange casou com Nédio Marcon 3 filhos;
12.9.6.1. Tiane (+) casou com Jiuliano Petri 1 filho;
12.9.6.1.1. Luccas.
12.9.6.2. Taís.
12.9.6.3. Guilherme.

12.9.7. Aldoir Roque, (Quinho) casou com Rosemeri Petri (Meri) Residem em São Carlos SC, em nossa visita de pesquisa nos acolheram magnificamente em sua residência, pessoas dinâmicas, atuam no comércio de combustíveis, granja de suínos com maternidade, valorizam por demais as origens, se dispuseram a colaborar, fornecendo dados e restaurando os túmulos de seus avós tiveram 2 filhos.
12.9.7.1 Juriê advogado, ainda ajuda na administração dos negócios, posto de combustível em São Carlos e Chapecó, Sc.
12.9.7.2. Bruna nos acompanhou nas visitas a sua avó, bastante ativa e dinâmica.

12.10. ANTONIO DOMINGOS (Toni) nascido em 17/01/1931, solteiro mora com a Carolina em Palmitos SC na Linha São Brás, tem limitações, seus pés causam a impressão de estarem sempre inchados, mas acredito que na realidade seja um problema de formação desde a infância, pois segundo meus avós Alide e Elidio quando morou com eles também tinha a mesma característica, não impedindo que tenha uma vida normal e seja um grande trabalhador.
            Meus avós contaram que na época que Toni morou com eles era costume criar suínos a moda antiga, com a chamada “lavagem” para ser tratada a “porcada” onde dentro de um tacho eram colocados; Batata doce, abóbora, milho, sal e água e às vezes mandioca, tudo fervido e tratado aos suínos.
            Toni, como todos da família adoravam colocar milho verde no braseiro do fogo para assar e comer, mas especialmente o quê mais marcou meu avô Elídio foi o fato que Toni pegava as batatas e falava em dialeto italiano que sua mãe ensinara “ manho o nó te manho, te manho ou nò te manho” devo te comer ou não devo te comer, “patate  bone, alora manho”, batata doce boa, então devo comer, fazendo disto um ritual que se tornava engraçado, causando estranheza para Elídio Gugel e Álide Rota Gugel.
            Meus senhores o autor revela com muito orgulho que em sua infância muitas vezes comeu batata doce do Tacho da Lavagem preparada para os porcos, sem contar com inúmeras vezes em que o milho verde assado no braseiro era seu pedido especial aos pais.
            Para os jovens moradores das cidades de hoje pode parecer errado, e até pouco recomendável comer batata doce diretamente do Tacho, mas posso garantir a todos que era comida plenamente saudável, livre de agrotóxicos e especialmente livre de aditivos químicos que estão presentes em quase todos os alimentos atuais, e em quantias excessivas nas “batatas fritas atuais”, prejudicando nossa saúde.
            Dentro do cozido tinha: sal, água da fonte, batata doce, abóboras, milho verde, e aipim, tudo muito saudável, talvez um pouco de terra virgem, mas que segundo estudos atuais para um melhor crescimento das crianças devem comer mais que 1 kg de terra ao ano que pelo visto faz muito bem a saúde.
Em depoimento de Quinho seu tio Antonio mora ha mais de 40 anos em Palmitos com sua Irmã Carolina, mas sempre foi trabalhador e atencioso com seus sobrinhos, ajudando a criá-los, por isso todos tem uma gratidão enorme e reconhecimento pelo esforço realizado tratando o Tio como se fosse um segundo pai, e os netos de Carolina especialmente a Bruna tem em Antonio um segundo avô.